Por que Congresso e STF caminham para lados opostos na discussão sobre aborto

Supremo inicia em agosto audiências públicas para debater ação que pede descriminalização do aborto; enquanto isso, no Congresso Nacional avançam propostas que visam restringir ainda mais possibilidade de interrupção da gravidez. Jovem acende vela em protesto contra a PEC 181, que trata do aborto
Arquivo/Kevin David/A7 Press/Estadão Conteúdo
Em agosto, o Supremo Tribunal Federal (STF) iniciará audiências públicas para debater se o aborto deve deixar de ser crime. Três ministros já se manifestaram, num julgamento anterior, a favor da descriminalização, inclusive a relatora do caso, ministra Rosa Weber. Enquanto isso, avançam no Congresso Nacional projetos que podem tornar as leis sobre interrupção Leia tudo…

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!