Parlamentares alemães se opõem ao financiamento público do diagnóstico de síndrome de Down temendo crescimento de abortos

Ministros e deputados usam argumentos ‘éticos’ para se opor à política do sistema público de saúde. Mais de cem deputados e ministros da Alemanha lançaram nesta sexta-feira (12) uma iniciativa para impedir o reembolso sistemático de um teste de sangue permitindo o diagnóstico pré-natal da síndrome de Down, temendo um crescimento no número de abortos
Os parlamentares usam argumentos “éticos” para se opor à política do sistema público de saúde que estuda financiar os exames sanguíneos, que hoje chegam a custar 300 euros (R$ 1,3 milhão), para diagnosticar a trissomia 21, mais conhecida como síndrome de Down.
“Cada vida humana vale Leia tudo…

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!