O médico que com uma semana de vida já trilhava caminho no Incor

Pesquisador doutorando da USP quer construir um coração completo até 2030
Nilton Fukuda / Estadão/ 05-08-2018

Em uma sala de cursinho pré-vestibular, Gabriel Liguori mirava na mesa o adesivo que ele mesmo havia tirado da roupa depois de uma consulta médica. Estava escrito “Instituto do Coração”, um lugar que conhecia desde recém-nascido e de onde não queria sair. Deu certo. Aprovado em Medicina na Universidade de São Paulo (USP), em 2009, foi no Incor, do Hospital das Clínicas, que ele passou de paciente a médico e pesquisador.

Enquanto gesticula para explicar seu ambicioso projeto de Leia tudo…

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!