Nobel de Medicina quer que prêmio alavanque pesquisas contra o câncer

Tóquio, 1 out (EFE) – O imunologista molecular e químico japonês Tasuku Honjo, anunciado nesta segunda-feira como vencedor do Nobel de Medicina, disse esperar que o prêmio incentive mais pesquisadores a ampliarem os estudos e continuarem na luta contra o câncer.
“Espero que este tratamento continue salvando mais vidas. Que este prêmio motive outros pesquisadores a continuarem no seu caminho”, afirmou o pesquisador, de 76 anos, em entrevista coletiva concedida na Universidade de Kioto, na região central do Japão, onde trabalha como professor convidado.
Honjo ganhou o Nobel de Medicina junto com o americano James P. Allison por causa das descobertas “do Leia tudo…

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!