Inteligência artificial pode detectar Alzheimer seis anos mais cedo

São Paulo – Um dos inimigos do Mal de Alzheimer é o diagnóstico tardio, que dificulta a ação dos médicos em prevenir que a doença cause danos graves ao paciente. Mas a tecnologia está mais próxima de se tornar uma grande ajuda nesta tarefa.
Pesquisadores da Universidade da Califórnia usaram a inteligência artificial para criar um algoritmo capaz de identificar os sintomas do Alzheimer até seis anos antes de um diagnóstico comum. Para realizar o estudo, publicado no periódico Radiology, a equipe monitorou os níveis de glicose – principal fonte de energia celular – nos cérebros dos pacientes. Como células doentes Leia tudo…

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!