‘Fui cobaia e deu certo’, diz um dos primeiros a usar imunoterapia

Os pesquisadores James P. Allison, dos Estados Unidos, e Tasuku Honjo, do Japão, receberam nesta segunda-feira (1º), o prêmio Nobel de Medicina ou Fisiologia por pesquisas que levaram ao desenvolvimento da imunoterapia contra o câncer.

Trabalhando de forma independente, os dois imunologistas identificaram maneiras de liberar o sistema imune das artimanhas das células cancerígenas e permitir, dessa forma, que ele possa atacar tumores.

No Brasil, os primeiros tratamentos de imunoterapia só foram aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no ano passado. Caros, ainda não são oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), mas vêm fazendo a diferença para muitos pacientes.

Artur Leia tudo…

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!