Cientistas identificam fonte de emissões misteriosas que estão destruindo a camada de ozônio

Agência identifica presença de CFC-11, substância banida em 2010, na produção de espumas de poliuretano na China e acredita que esforços para conter aquecimento estão ameaçados. Buraco na camada de ozônio em 2000 registrado pela NASA, a agência espacial dos EUA
NASA/SCIENCE PHOTO LIBRARY
Nos últimos meses, cientistas de todo o mundo foram surpreendidos com um misterioso aumento das emissões de gases que estão comprometendo, de forma drástica, a camada de ozônio que protege a Terra.
Agora, um grupo de pesquisadores acredita ter descoberto os responsáveis pelos danos ao meio ambiente: espumas de isolamento térmico de poliuretano, produzidas na China para uso Leia tudo…

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!