Batimento cardíaco irregular pode aumentar risco de demência, diz estudo

Fibrilação atrial pode levar ao acúmulo de sangue no coração e à formação de coágulos. Fibrilação atrial: batimento cardíaco irregular pode aumentar risco de demência
Pixabay
Pessoas com um tipo específico de batimento cardíaco irregular chamado fibrilação atrial podem experimentar um declínio mais rápido nas habilidades de pensamento e memória e ter um risco maior de demência do que aquelas sem fibrilação atrial, de acordo com um estudo publicado na edição on-line de 10 de outubro de 2018 da “Neurology”, o jornal médico da Academia Americana de Neurologia.
Com fibrilação atrial, uma forma de arritmia, o ritmo normal do coração está fora Leia tudo…

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!