Arrependimentos mostram que não fomos leais a nós mesmos

Segundo pesquisa, sentimentos negativos revelam que fracassamos em relação ao nosso eu verdadeiro Se arrependimento matasse… Minha mãe gostava de usar essa expressão e, se estivesse viva, ficaria orgulhosa de saber que o psicólogo Tom Gilovich, professor da Cornell University, nos Estados Unidos, acabou de divulgar estudo sobre o tema. Numa parceria com o também psicólogo Shai Davidai, ele demonstrou que os arrependimentos mais duradouros são aqueles relacionados com a impossibilidade de vivermos de acordo com nossos desejos e convicções mais profundos – com nosso eu verdadeiro. Aí entram os sonhos deixados de lado, como abortar um relacionamento amoroso que Leia tudo…

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!